terça-feira, 5 de agosto de 2014

O BRASIL LHE RESPEITA?

          Está ficando cada vez mais difícil nós convivermos com as desigualdades existentes.
          Mesmo que o Brasil tente disfarçar, mas ainda há uma grande parte da população vivendo abaixo da linha da pobreza. É uma situação lastimável, para um País que quer ser respeitado.
         Para obter o respeito desejado diante dos olhos externos, o País terá que adquirir esse respeito em seu próprio território.
          Se assim for, ficará mais fácil para todos nós.
         Infelizmente, o País só pensa na opinião de outros países, e esquece-se de sua bondosa gente.
          Afinal de contas, não foi nenhum País de fora que popularizou o Brasil.
         Para muitos o que importa é o possuir, o obter mais, e o resto que se cuide.
         Será que só somos bons, na hora de darmos os votos?
         A opinião dos brasileiros em nada conta?
         Realmente as coisas estão muito diferentes de anos atrás, onde os primeiros a serem pensados  eram os habitantes do país.
         Hoje a opinião que conta não é a nossa, mas a opinião dos outros.
         Não adianta ficarmos bem vistos (lá fora), e deixarmos a população sofrendo.
         Quando todos se revoltarem as coisas terão que mudar, e para melhor.
          Por enquanto somos obrigados a aceitar as regras absurdas, de alguns.
         Não é assim mesmo?
         Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.
         

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

ARQUITETOS QUE NÃO PLANEJAM?

        No mundo inteiro existem vários arquitetos.  Uns bons, outros não tão bons, mas todos eles procuram exercer a profissão, tentando dar o melhor de si.
    As pessoas nascem, crescem, se desenvolvem e procuram algar o topo mais alto da montanha.
    Quando conseguem aquilo que almejam, se sentem realizadas.
    Nos momentos de felicidade, esses arquitetos nem se lembram que Deus existe, pois se sentem absolutamente sobre si.
     Mas por ironia da vida, tudo que algumas pessoas planejaram cai por água a baixo. Nos momentos de dificuldade lembram logo da existência de Um Deus Maravilhoso, que a todos acolhe. Aí começam a pedir ao Supremo Senhor que ajude-os, pois nunca mais Lhe esquecerão.
    Na vida todos nós somos responsáveis por aquilo que fazemos de bom ou ruim. Somos nós que desviamos o caminho que há muito fora traçado. E quando tudo em nossa vida começa a dar errado, culpamos Deus como sendo o grande responsável.
    Para que isso não aconteça temos que planejar a nossa vida, a fim de que nada dê errado.
    Temos que tentar viver da melhor forma possível, sem prejudicar outras pessoas.
    Quando construímos uma casa temos que antes de qualquer coisa, verificar a melhor forma de construí-la.
    Sem programar nada fica muito difícil, qualquer coisa na vida dar certo.
    O mesmo acontece com o ser humano que para se dar bem na vida, precisa antes planejar, pensar, calcular, enfim, ser o arquiteto de sua  própria vida terrestre.
    Então, somos os arquitetos de nossa passagem pela terra.
    Somos os Arquitetos da vida.
    Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

terça-feira, 29 de julho de 2014

ATENÇÃO: MUITO CUIDADO...


     Como sempre acontece, o povo é bom demais. Apesar de todo sofrimento, a população continua sorrindo, como que se o Brasil fosse um mar de rosas.
     As pessoas acostumaram a se calar diante dos absurdos cometidos pelo governo.
     Mas com tudo isso, continuamos a viver. Em ano eleitoral as pessoas ficam com certo receio de votarem, pois já estão acostumadas a votarem, e nada  de novo acontecer.
     Mas como o brasileiro tem a fama de esquecer rápido, tudo fica como antes, no "quartel de Abrantes", ou seja, dá tudo no mesmo.
     E agora não é diferente: estamos prestes a escolher os nossos próximos governantes. Nessa época, os candidatos prometem resolver os problemas existentes, como em um passe de mágica. Mais uma vez o povo começa a acreditar nas promessas milagrosas. Tudo bem...
    Algumas pessoas conseguem se eleger, e  a  população fica na esperança de ver tudo mudar para melhor, é claro. 
    Os dias se passam, algumas coisas melhoram, outras não. Aí as pessoas começam a se arrepender do voto dado, com tanto sacrifício.
    Começamos a repensar sobre a carta branca que foi dada aos políticos.  Mas é tarde demais, pois nada podemos fazer para tirá-los do poder. Esperamos as próximas eleições para consertarmos o que fizemos de errado, que foi  darmos nosso voto impensadamente.
    Por isso temos que refletir bem, antes de irmos às urnas no mês de outubro, pois o arrependimento é o último que chega.
    Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

ENFIM, É COM A GENTE...

          Depois de esperarmos tanto para votar, é chegado o momento de ficarmos na torcida, para que os melhores candidatos sejam  eleitos .
          Nessa hora todos os candidatos se apresentam como sendo aqueles que farão as melhorias que queremos.
          É uma corrente humano em prol de um só objetivo: o melhor para os próximos anos do Brasil.
          Embora cada pessoa tenha sua preferência, mas o que conta mesmo é que o Brasil saia ganhando.
         É normal cada pessoa ter um gosto, mas o importante nisso tudo é o candidato A ou B fazer o que todos querem.
         Não importa quem vencerá a batalha daqui a alguns dias.
        O mais importante é que na hora de querer um País melhor todos se unam, mesmo tendo preferências contrárias.
         Sendo assim, analisemos as propostas que já começaram a surgir de todos os lados, para não nos arrependermos adiante.
         Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.