quinta-feira, 16 de maio de 2013


VERGONHA NACIONAL ?

          Ainda persistem em acontecer os famosos escândalos brasileiros, que tanto nos fazem infelizes.
          As autoridades dizem que querem moralizar o País, mas pelo que estamos vendo, isso vai ficar mesmo, nas promessas.
          Como podemos ter um País moralizado, se ainda insistem em manter no poder, os velhos corruptos de sempre?
          Sem limpar as sujeitas que impedem o progresso do Brasil, nada vai adiantar.
          Para se ter um País moralizado, todos os políticos desonestos tem que ser banidos, de uma vez por todas.
          Em relação às aposentadorias que estão sendo pagas sem  quase sentido algum, o governo tem que rever os fatos, para que as coisas fiquem mais claras, para todos os brasileiros.
          Mas como o governo gosta de manter segredo em torno daquilo que nos dizem respeito, é porque algum mistério tem.
          Nós temos o direito de saber sobre as coisas que acontecem, aqui no Brasil.
          Afinal de contas, somos os únicos interessados em desvendar determinadas coisas.
          Não podemos mais permitir que certos erros persistam, sem que façamos algo, para os mesmos terem seu fim.
          A população brasileira é que tem o poder, e por isso pode decidir quando dará jeito, nos erros existentes.
          Se não quisermos mais conviver com esse Brasil obscuro, basta resolvermos isso nas urnas, ao decidirmos quem serão nossos próximos dirigentes.
          O País é também conhecido lá fora, devido às suas maneiras desonestas de agir, mas isso pode ser mudado, só depende de nós.
          Os políticos fazem e acontecem, mas os mesmos devem saber que somos nós que mandamos, porque quando queremos...
          De uma maneira ou outra, os escândalos estão aí, as atitudes erradas estão sempre nos prejudicando.
          Mas deixemos como está, para vermos como tudo ficará.
          Por hora, só temos que lamentar...
          Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

                                              

         

Nenhum comentário :

Postar um comentário