quarta-feira, 16 de novembro de 2011


AS FATIAS DO BOLO ?

          Sonhamos  ver melhores dias, para nossos filhos.
          Infelizmente, o rumo que as coisas estão seguindo, dizem o contrário.
          Não podemos  planejar o dia seguinte, porque nos encontramos, em um País imprevisível. Desde tempos atrás, nossa população, já não é a mesma.
          É uma população mais sofrida, sem direito a quase nada.
          O Brasil é muito imenso, e para aproveitar melhor sua grandeza, todos nós poderíamos participar das decisões tomadas, que muitas vezes, não nos agradam.
          É certo que a riqueza que o Brasil tem hoje, daqui a alguns anos, já não tem mais.
          Como disse anteriormente, nossos futuros filhos, só saberão quem foi o País em que vivem, através das histórias. Não conhecerão o Brasil, de tempos atrás.
          Se a cada dia, novas perdas patrimoniais acontecerem, não sobrará nada, para contar nossa história.
          Durante anos e mais anos, perdemos muitas preciosidades, para os gananciosos(outros Países).
          Não é novidade nenhuma, que diversas plantas nossas, não nos pertencem mais, mas esse é só um exemplo, de tudo que já perdemos.
         Se não tomarmos uma atitude urgente, acabaremos ficando sem nosso verde, nossas praias, nossa gente, nossa história.
         Temos que fazer com que nosso grito de "basta", seja ouvido, pelos dirigentes do Brasil, que muitas vezes, só pensam em si.
         Como sempre, nós é que pagaremos pelos erros cometidos, pelos outros.
          Mais uma vez, o Brasil está demonstrando, que não se preocupa com sua gente, pois dentre em breve, teremos o tal horário de verão, que só servirá para agradar os empresários e sacrificar, a população.
           Uma coisa errada, é que implantam o horário de verão, sem fazerem uma consulta popular, pois nós é que sabemos como é ruim acordar de madrugada, para trabalhar, e ser assaltado.
          Os empresários que tanto defendem esse horário, não sofrem as consequências, porque continuam acordando tarde, e não se arriscam, como nós.
          Ao invés do horário se chamar horário de verão, poderia ser, "horário da confusão"
          Já se tornou um hábito, os poderosos de plantão, só tirarem a primeira "fatia do bolo", para si e a população, que tente se arranjar, como puder.
          Quem não puder sobreviver, que...
          Se analisarmos bem, querem dividir o nosso caloroso País, em fatias, porque do tudo que já tivemos, hoje não temos quase nada.
          E amanhã, quem garantirá que que teremos o pouco que hoje temos?
          Se o que escrevi, for lido com calma, você verá que tenho certa razão.
          Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

Nenhum comentário :

Postar um comentário