segunda-feira, 17 de outubro de 2011

DENGUE?

            Todo verão é a mesma coisa.
            As campanhas são intensificadas, para evitarem que o mal se alastre, ainda mais.
            Não podemos culpar o governo, pois o mesmo faz sua parte, sempre aconselhando a população, que nem sempre faz o correto.
            Mesmo sabendo que várias pessoas já morreram por causa da dengue, o assunto ainda é ignorado por muitos, que acham que o fato do vizinho ser infectado pelo mosquito da dengue, não lhe diz respeito, também.
            Mas não é assim que funciona. Assim como eu, você também pode ter dengue, pois não é um "privilégio" só para um, mas para todos.
            A doença em questão, é um caso de saúde pública, uma preocupação mundial.
            Todos nós sabemos, quais são os sintomas da dengue,  que tem o mosquito Aedes aegypti, como seu principal transmissor.
            Mas não custa nada relembrar: dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo.
            Caso algum desses sintomas acima se apresente, é aconselhável que se procure orientação médica. Nada de se auto-medicar ou seja, tomar determinado remédio, por conta própria.
            Mas para evitarmos que o mosquito Aedes aegypti "nos incomode" , é interessante que evitemos acumular água em vasilhas descobertas, devemos lacrar os tanques, não deixarmos pneus com resto de água, devemos tomar cuidado até com os menores objetos que são jogados nas ruas, e que podem acumular água( tampas de refrigerante, casca de ovos, pedaços de plástico, etc...)
           No caso de se colocar uma planta em um vaso, encher aquele recipiente com areia, sempre verificar as flores que são colocadas, nos mais lindos vasos, com água.
          O grande segredo, é: tomarmos cuidado com a água empossada.
          Tomando esses cuidados, não há Aedes aegypti certo.
          É isso aí!
          O governo faz, basta nós seguirmos as orientações ou não.
          Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

Nenhum comentário :

Postar um comentário