sexta-feira, 24 de junho de 2011

REPARTAMOS

          Será que nós temos motivos para festejarmos, qualquer festa?
          Para mim, a resposta é não!
          Do que adianta esquecermos os problemas pelos quais passamos, por um dia ou dois, e depois continuar tudo na mesma? 
          Infelizmente, somos obrigados a compartilhar de coisas, que não queremos.
          Agora mesmo o Brasil está comemorando o São João, uma data bonita, de confraternização.
          Mas acontece que enquanto a minoria de nós, tem o que comer durante a  data citada   (o São João), uma boa parte da população brasileira, está passando fome.
          Particularmente, eu não acho nada certo, nisso.
          Já que o São João é uma data em que estamos mais solidários, acho eu, as pessoas que tem uma certa condição financeira, deveriam procurar meios de saciar a fome de seus irmãos, menos desprovidos de recursos.
          Mas muitos de nós, não se importa com seu próximo.
         Querendo ou não, uma pessoa depende da outra, para viver, pois ninguém gosta de estar isolado.
          Em algumas cidades brasileiras, várias pessoas se proponhem a sair pelas ruas, à noite, oferecendo uma palavra amiga, até mesmo alimento, às pessoas que dormem ao relento.
          Essa é uma atitude nobre, que gratifica nosso coração.
          Sei que existem muitos de nós, brasileiros, que tem essa atitude nobre, que é repartir o que tem, com seu irmão necessitado. 
          Não custa nada; só é deixar a solidariedade falar mais alto.
          Sendo assim, aproveitemos as festas Juninas, para confortar aqueles que vivem desconfortados, alimentar aqueles que estão com fome, dar uma palavra amiga, a quem necessita.
          Tenho certeza que sua atitude irá lhe trazer, momentos felizes.
          Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus. Bom São João.

                                                  Reflexão

          "Os amigos verdadeiros são aqueles que vêm compartilhar a nossa felicidade, quando os chamamos, e a nossa tristeza, sem ser chamados".
            http://www.matheus-esperanca.blogspot.com/
          

Um comentário :

  1. ola meu rico
    pois é nem sempre estamos abertos a pensar no alheio, muitos de nos vivem em torno de seu proprio umbigo, achando q se a videnha esta bem num tem motivo ha q se preocupa
    ai entra a caridade q falta em alguns de nos
    bem não comemoro data algumas vivo momentos
    e claro sempre q possivel estando a mao a quem precisa

    bjo grande guri

    ResponderExcluir