terça-feira, 7 de junho de 2011

JÁ ERA

          Já se foi o tempo em que a educação brasileira, era levada a sério.
          Os alunos tinham praser de frequentarem a sala-de-aula, mas hoje em dia, está ficando muito difícil.
          Aquela eduacação que tanto orgulho nos dava, ficou para trás.
          As escolas atuais não oferecem um ensino bom, e ainda com todos os problemss existentes na educação, tudo só tende a piorar.
          Para se ter uma ideia, os livros didáticos de tempos atrás, eram motivo de muito zelo, cuidado, etc...
          Mas parece que a confecção dos livros de agora, é uma coisa meio artesanal, feita com má vontade.
          A situação é tão séria, a ponto do MEC distribuir livros aos alunos, com erros graves.
          Erros esses que se bem assimilados, formarão a personalidade dos alunos (?).
          Hoje, existem até livros de Português que assassinam  a língua Portuguesa, cujo mesmos são dados aos alunos.
          Agora, como os alunos aprenderão o Português correto?
          É uma situação grave, realmente.
          E como não poderia deixar de ser, até os livros de Matemática estão contendo cálculos matemáticos, errados.
          Um exemplo disso, é essa conta que um dos livros de Matmática distribuido pelo MEC, ensina: 10-7=4.
           Todos nós sabemos que o resultado, é: 3
          Será que quem revisou os livros, estava vendo bem ou a imprensão dos mesmos, atrapalhou o resultado?
          Se cuida, MEC, porque os alunos precisam aprender e não desaprender, retroceder.
          Eu não quero retroceder; e você?
          Eu não quero ser obrigado a fazer meus cálculos matemáticos, de forma errada.
          Eu quero continuar acreditando que, 3+3=6.
          E você, o que pensa disso tudo?
          Sem sua colaboração, denúncia, insatisfação, o Brasil não vai melhorar, e a educação...
          Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

                                                                           Reflexão

                                                     "A amargura aprisiona a vida; o amor a liberta".

Nenhum comentário :

Postar um comentário