sábado, 25 de junho de 2011

ATÉ QUANDO?

            Todos nós vivemos momentos de muitas perguntas e poucas respostas.
            Se formos analisar bem, todas essas respostas que nos são dadas, são sem sentido.
            Motivos para vivermos sempre procurando saber o porquê de certas coisas, temos bastante.
            A começar pelo modelo de País, que nos estão empurrando.
            Creio eu, que todos os brasileiros querem viver em um Brasil mais humano, onde todos tenham as mesmas oportunidades.
            Mas no entanto, nosso desejo, nosso direito, não é respeitado.
            Infelizmente, ainda prevalece a lei daquele, que pode mais.
            Parece que sempre quem possui mais dinheiro, pode fazer de tudo aqui, pois nada lhe acontece.
            Nossos governantes que seriam para nos dar um bom exemplo, são os primeiros a sujarem a imagem, do País.
            Os mesmos fazem coisas absurdas, e ficam impunes, enquanto que nós...
            Depois de todas as falcatruas que os poderosos fazem, ainda dizem que quem moralizar o Brasil.
            Para um País onde os políticos desviam dinheiro, se apossam do que não lhes pertence, está difícil de ser moralizado.
            Se olharmos bem, as pessoas comuns são mais honestas do que certos políticos que aí estão, mandando e desmandando, fazendo e acontecendo.
            Se esse País fosse sério, pessoas honestas não seriam presas injustamente, só porque policiais desonestos, arranjaram um meio de incriminá-las.
            Todos nós sabemos que muitas pessoas se encontram presas, porque certos policiais mal-caráter colocaram drogas, armas, em seus pertences, só a fim de fazerem suas conhecidas maldades.
            Então, vivemos em um País sério, justo?
            Até quando a impunidade irá prevalecer?
            Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

                                             Reflexão

            "Quando aprendemos a usar a inteligência e a bondade ou afeto em conjunto, todos os atos humanos passam a ser construtivos".
             Faça uma visita a Matheus:
       
          
              http://www.matheus-esperanca.blogspot.com/
           

Nenhum comentário :

Postar um comentário