terça-feira, 10 de maio de 2011

COISAS DO BRASIL

            Quando será que nosso País terá jeito, realmente?
            Agora é moda aquelas pessoas que tem um poder aquisitivo mais elevado, fazerem uso daquilo que pertence à população mais carente.
            Do jeito que está, parece que está difícil  melhorar, mesmo.
            É um fato mais que certo, todas as pessoas terem acesso à educação, mas  nem todos estão nessa estatística.
            Para a população, o estudo é algo primordial.
            Pensando assim, os brasileiros vão à escola e com muito sacrifício, conseguem concluir o ensino fundamental.
            Mais tarde, aqueles que tem sorte, concluem até o ensino médio.
            Mas com muito esforço, algumas pessoas conseguem frequentar a Universidade.
            Tudo bem.
            Infelizmente, o que era para ser para a população mais necessitada, está sendo usado por pessoas que não precisam, pois podem pagar.
            Os meios de comunicação estão denunciando o caso das vagas para Universidades que seriam destinadas à população mais carente, as quais estão sendo destinadas aqueles que tem uma certa condição financeira, boa.
            Os órgãos competentes disseram que vão investigar, mas como no Brasil tudo é a passo de tartaruga...
             A população espera que realmente haja uma investigação em torno dessa denúncia, pois isso não pode ficar do jeito que está.
            O que pertence à população necessitada tem que ser dela, e não de quem não precisa, não de quem pode pagar.
            Como pode, uma família que possui dois carros na garagem, precisar colocar a filha para cursar uma Faculdade pública, através de bolsa?
            Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

                                                                Reflexão

                                   "Ame a vida, pois nascemos para amar:
                                   e se alguém lhe perguntar o que fez da vida, diga apenas....
                                                                AMEI!

Nenhum comentário :

Postar um comentário