quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

CPMF

            Como se não bastassem todos os impostos que pagamos, ainda querem ressuscitar mais um.
            As autoridades acham que nós somos crianças, pois sempre estão querendo nos enganar, com conversas sem pé e nem cabeça.
            É de conhecimento de todos, que para o País arcar com suas responsabilidades, não precisa sacrificar a população.
            O Brasil é um País rico, e não necessita ressuscitar os impostos já falecidos, a fim de angariar mais dinheiro.
            Essa conversa de que a falta de determinado imposto, prejudica o Brasil, é balela.
            Além de comprarmos os gêneros de primeira necessidade muito caros, ainda mais uma preocupação...
            Tudo estava indo muito bem, sem o CPMF. Qual o motivo para ressuscitar o imposto, mesmo que seja com outro nome?
            Só tem uma explicação: é a ganância, mais uma vez.
            Os parlamentares procuram suas novidades, e nós é pagamos a conta.
            Na realidade, todo dinheiro arrecadado com um imposto qualquer para um determinado fim, termina sendo usado em outros projetos.
            É por isso que o Brasil está sempre inventando mais e mais impostos , pois nem todos eles são usados para seus fins, específicos.
            Realmente, os parlamentares não pensam na população, pois quanto mais tem, mais querem.
            Tempos atrás, foi aquela luta terrível para retirarem, o CPMF.
            Tudo bem!
            Surgiram boatos de que o Brasil estaria arrecadando menos, por isso, mas não é o que se vê.
            Depois de tanto tempo, acham que pagamos poucos impostos, e relembram do tal CPMF.
            Fique de olho, pois o imposto citado poderá voltar, mas com nome diferente.
            Toma jeito, Brasil!
            Que olho gordo você tem, Brasil!
            Mais uma vez, muito obrigado por tudo. Fique com Deus.

                                                      Reflexão

            "A verdade é o caminho, o bem é a ação, o belo é o sentimento.
            Esta é a prática de ser feliz".

Nenhum comentário :

Postar um comentário