sábado, 27 de novembro de 2010

JUNTANDO PEDAÇOS II

          Depois de termos vivido dias muito difíceis, agora é hora de tentarmos juntar os pedaços, embora ainda não estejamos realmente livres, de tudo...
          Não foi nada fácil passarmos por situações, que jamais imaginamos.
          Durante os dias de tensão vividos, várias perdas tivemos, mas nunca desistimos de acreditar, que tudo teria(?) um fim.
          Pessoas que compraram seus pertences com muito sacrifício, e viu seu sonho ir embora, dentro de minutos, foram as que mais sofreram.
          Não é fácil quando se luta para conseguir algo, e por uma questão de minutos, tudo se vai.
          Quantas vidas perdidas, quantas lágrimas derramadas, para quê?
          Enquanto uma parte da população passava por poucas e boas, outra parte não foi  muito atingida, devido à sua condição financeira, quem sabe.
          É nessas horas do sofrimento, que o Brasil todo se une, para prestar solidariedade.
          Não importa se o problema foi com A ou B, pois o problema que afeta um, pode afetar todos, também.
          Assim como foi no Rio de Janeiro, o ocorrido, poderia ser em qualquer outra parte do Brasil.
          Todos nós esperamos que as coisas fiquem bem, pois a população não pode mais sofrer.
          Esperamos também, que as autoridades competentes, ao invés de ficarem pensando em política, pensem mais na população.
          Infelizmente, nem todas as perdas que algumas pessoas tiveram,  será possível recuperar(as pessoas).
          Agora, quem pagará pelo carro destruído, pela casa derrubada, pela lágrima derramada?
          Queira Deus, que as medidas tomadas para solucionar os problemas, realmente funcionem.
          Queremos também, que determinados advogados não envergonhe mais sua classe, apoiando as atitudes erradas, de alguns indivíduos(marginais).
         

                                                    
                                              Reflexão

                        
                                  "Amigos são como flores:
                                  Cada um tem seu encanto.
                                  Por isso, cultive-os."

Nenhum comentário :

Postar um comentário