sexta-feira, 8 de outubro de 2010

A SORTE

          É imprecionante, a capacidade que o brasileiro tem, de superar as dificuldades, mas apesar de tudo que sofremos, somos pessoas felizes.
          Nos tempos de hoje, somos obrigados a nos humilhar, para conseguirmos o que temos, por direito.
          Infelizmente, ao invés de sermos tratados com dignidade, somos esquecidos, como se fossemos "uma peça de roupa velha".
          O mais importante para o Brasil, é sua população.
          Não sei para quê, as leis são feitas, se não são respeitadas.
          Os DIREITOS HUMANOS, nada mais são, do que meras palavras vazias, pois do papel, quase que não saíram.
          Enquanto outros países respeitam sua população, o Brasil faz questão de demonstrar o descaso, claramente.
          Quem tem mais valor, são pessoas vindas de fora, para cá.
          Se nós vamos a outros países, as dificuldades encontradas, são tantas, que terminamos nos arrependendo,  da tal viagem. E na maioria das vezes, somos deportados, mesmo quando podemos provar, nossa ida.
          Já quando vem alguém de fora, para o Brasil, tudo é facilitado.
          Os estrangeiros são tratados, da melhor forma possível.
          Muitas vezes, esses turistas até cometem agressões, contra a Pátria Brsileira, como: exploração sexual, contrabandos, etc...
          Mas acreditamos que um dia, as coisas irão melhorar.
          Vejam só, na comparação que irei fazer:
          Os turistas tem mais valor, do que nós, que contribuímos tanto, para o progresso brasileiro.
          A sorte de um, não é a mesma sorte de outro.
          Embora demonstremos nosso desconforto, com tudo de errado, que há no Brasil, nada é feito, para melhor o quadro atual.


         
         

Nenhum comentário :

Postar um comentário