quarta-feira, 6 de outubro de 2010

MISTÉRIO

          Como sempre acontece, "a corda" só parte para o lado do mais fraco, ou seja, a população que mais precisa, é a mais injustiçada.
          Quando algo de errado, acontece com certo setor público, nós é que sofremos as primeiras consequencias.
          Para salvar a vida financeira, de algumas instituições, o governo prefere sacrificar o povo, que tanto colabora, para um Brasil melhor.
          Estamos cansados de saber, através dos meios de comunicação, que certas pessoas são presas ou mortas, porque trocaram tiros, com os policiais.
          Mas será que isso tudo é verdade mesmo?
          Vejamos: se uma viatura, vai até uma área podre, e um indivíduo está andando rápido, ele é logo parado ou muitas vezes, baleado, e consequentemente, indo à morte.
           Em outros casos, pessoas são acusadas injustamente, por certos policiais, que chegam até, a implantarem drogas, em certas residências, só para mostrarem serviço.
          Quando policiais desonestos, vão às áreas menos favorecidas, já chegam dando tiros, mas depois, para justificarem tal atitude errada, dizem que foi troca de tiro, que foram recebidos à bala, e tudo mais, que possam falar.
          Mais uma vez, a população inocente, é injustiçada.
          A justificativa para tanta morte, sempre é a troca de tiro, entre moradores e policiais. Será que é mesmo isso?
          Será que não estamos sendo enganados?
          Até quando a injustiça, irá prevalecer?
          Será que nós somos sempre os errados?
          No caso de alguém, ter sua vida interrompida, por parte de alguns policiais, ou invés de haver uma investigação correta, ou dos policiais serem afastados, ficam é fazendo trabalhos internos, nos quartéis.
         E quem morreu, que perdeu a vida.
         Interessante: pagamos os policiais, com o dinheiro de nossos impostos, e ainda somos humilhados, menosprezados, mortos, pelos mesmos. Isso é um caso para ser pensado.
         Até quando vamos viver amedrontados, acurralados, sem direito a falar nada?
         Acorda, Brasil! 
         Qual é o mistério, Brasil?

Nenhum comentário :

Postar um comentário